Dentista entre as 10 profissões de 2011

É comum eu falar aqui sobre o mercado de trabalho e esse fantasma que assusta a todos os acadêmicos, não só de odontologia, mas também de todas as áreas.

Ainda mais para nós, digo, que não é só sair da formatura e pronto, amanhã estou empregado! Nossa profissão exige um background. Por exemplo, não sei a porcentagem de alunos que tem pais ou parentes dentistas dispostos a empregar um recém formado e pagarem bem e esses afortunados. Não é o meu caso.

Precisamos ir pesquisando o mercado, analisar a carência de profissionais qualificados em determinadas regiões para poder montar um consultório. Sei que é caro, mas existem soluções. Certa vez fui visitar o gerente da Caixa Econômica de uma cidade próxima (a minha não tem Caixa) e papo vai papo vem, acabei dizendo que fazia odontologia, daí então ele veio com um monte de papéis me dizendo que existem financiamentos para tais tipos de empreendimentos e tal. Na época, por vacilo meu, não dei muita importância, porém hoje venho pensando em tais condições.

Tem também as pessoas que vão por aí na sorte de encontrar uma clínica com placas de “há vagas” e acabam encontrando. Existem diversos casos e outra hora venho falar sobre isso.

O “causo” deste post é para salientar que para minha surpresa, “Odontólogo” aparece na lista em 10º lugar para as profissões de 2011. Não sei a veracidade da lista, nem soube identificar diversos itens avaliados pelo site. Mas é uma feliz surpresa ver nossa profissão aparecer assim desta forma em uma lista. Pois num país onde todo dentista só faz reclamar do mercado e tudo mais, ver isso é quase estar na pele de Jack Sparrow quando vê a possibilidade de sair da ilhinha que sua tripulação o deixa no primeiro filme.

Tudo bem que a lista está em inglês e certamente refere-se ao país do Barack Obama, mas já é alguma coisa.

Tudo bem também que quando entramos na faculdade de odontologia ainda vem à nossa cabeça careca de “bixos” a imagem de todo dentista bem sucedido que conhecemos e tudo mais, carrão, casarão, mulherão, e etc. Mas isso é coisa da década, digo, do século passado. Estamos cansados de ver concursos públicos por aí não oferecendo o mínimo que procuramos.

Mas, penso eu: Brasil, país subdesenvolvido, onde grande parcela da população ainda passa fome, temos uma das piores avaliações sobre a educação infantil do planeta e ainda buscamos a riqueza? A vida não é fácil não, mas temos que admitir que hoje, digo, sempre, ser rico no país do futebol é e foram pra poucos. Tudo bem que estudamos muito pra sairmos formados e é claro que merecemos uma vida boa. Boa não digo, digo digna. Afinal, todo mundo merece trabalhar, digo merece porque só assim aprendemos que todo mundo aí trabalha, de sol a sol. Na maioria das vezes em condições muito mais insalubres que a nossa (também odeio o aerossol). Nossa vantagem sobre ter estudado pode ser poder trabalhar num ambiente agradável, na sombra, sentados (por mais que isso possa acarretar alguns problemas ergonômicos, ainda trabalhamos sentados), mas eu acredito que a nossa maior vantagem foi ter estudado. Aprender, sem dúvida nenhuma é uma das maravilhas da vida. Não só aprender a odontologia. Caramba! Tive a oportunidade de conhecer pessoas muito loucas nesses meus 5 anos, viver coisas mutcho locas e ser a pessoa que eu realmente queria ser. Isso foi o mais importante.

Querer ter dinheiro todo mundo quer. Mas trabalhar que é bom, necas! Fazer o que se vivemos no país do jeitinho, onde enquanto as pessoas não aprenderem a jogar o lixo no lixo, votar em quem se deve votar e criticar um aumento discrepante do salário de quem se deve criticar, ainda vai ser assim. Querer ganhar muito, fazendo pouco.

Vamos ganhar o justo fazendo o justo!

Fui romântico nesse meu breve texto, eu sei, mas eu estou nessa “vibe” por enquanto.

Ah, ia me esquecendo! Vi a lista no Lista10 e a lista completa está aqui.

Tem mais. Chegaram meus malabares novos!

O swing poi de fogo já foi queimado uma vez e a bola de contato está começando a girar conforme a música!

A afta está melhor, mas não sarou ainda.

Vejo vocês em breve!

Anúncios
Explore posts in the same categories: Faculdade, Mercado de trabalho

9 Comentários em “Dentista entre as 10 profissões de 2011”

  1. Samanta Says:

    Adoooooreiiiii!!!!


  2. Sou formado a 15 anos e estou muito satisfeito com a profissão que escolhi, mesmo diante das dificuldades. Atualmente a profissão do dentista tornou-se versátil. Pode ser dentista de consultório, funcionário público, militar, professor, pesquisador ou perito. E para os medíocres que só ficaram na farra durante a graduação restam as clínicas populares que pagam R$ 5,00 por extração. Resumindo: Tem emprego pra todo mundo!


  3. Sou formado a 15 anos e estou muito satisfeito com a profissão que escolhi, mesmo diante das dificuldades. Atualmente a profissão do dentista tornou-se versátil. Pode ser dentista de consultório, funcionário público, militar, professor, pesquisador ou perito. E para os medíocres que só ficaram na farra durante a graduação restam as clínicas populares que pagam R$ 5,00 por extração. Resumindo: Tem emprego pra todo mundo!
    +1

  4. karen vilhena Says:

    Vc foi muito feliz em seu comentário.
    Adorei o blog!


  5. […] Já no meu ramo, a Odontologia, quando estou num encontro de turma ou algum evento que reúna meia dúzia de dentistas, o que nao é difícil hoje em dia, sempre ouço relatos de dentistas após alguns anos de trabalho árduo, reclamando do seu dia a dia  para os colegas de profissão, sobre como está difícil trabalhar com qualidade, que a classe está desunida, que não rende mais como antigamente, #mimimi… E olha que a profissão de dentista está na lista dos 10 melhores empregos de 2011 segundo o De Repente Dentista! […]

  6. LILIANE CAVALCANTI Says:

    PRA SER DENTISTA TEM QUE GOSTAR E FAZER COM AMOR,NÃO PODEMOS PENSAR SÓ NO DINHEIRO,PELO MENOS É ASSIM COMIGO AMO MINHA PROFISSÃO!!!!

  7. Sara Says:

    Eu amo odontologia, mas tbm amo pagar minhas contas em dia, amo poder pintar um cabelo, amo jantar em restaurantes, amo uma vida confortável que ACHEI que teria fazendo odontologia, claro que isso todo mundo quer, acontece q ngm faz nada para isso. Acontece que EU FIZ. Foram 5 anos integrais de dedicação mais estágios mais congressos mais cursos, mais especializações e… cadê a recompensa? Não vale a pena! Por isso abandonei essa profissão que é maravilhosa, mas não mantém um padrão de vida compatível. Se quisesse fazer caridade iria trabalhar em um centro comunitário, mas infelizmente tenho contas a pagar. Então parei um ano, fiz pré-vestibular DE NOVO depois de “velha”, passei e estou concluindo medicina em uma faculdade federal, Espero assim,se Deus quiser, finalmente colher os frutos de tantos anos de estudos.

  8. johnny Says:

    o pior que a lista nem fala de dentista e sim daquela assistente que ajuda no consultório, ou seja, quem pagaria bem para um dentista que nem sabe o básico de Inglês. right!!!


  9. […] Já no meu ramo, a Odontologia, quando estou num encontro de turma ou algum evento que reúna meia dúzia de dentistas, o que nao é difícil hoje em dia, sempre ouço relatos de dentistas após alguns anos de trabalho árduo, reclamando do seu dia a dia  para os colegas de profissão, sobre como está difícil trabalhar com qualidade, que a classe está desunida, que não rende mais como antigamente, #mimimi… E olha que a profissão de dentista está na lista dos 10 melhores empregos de 2011 segundo o De Repente Dentista! […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: